Empresa de terceirização de TI ou desenvolvedor freelancer: qual contratar?